Tratamento de pacientes reais e estudos observacionais de campo

0

 

Além dos simuladores físicos e em 3D, videos, softers e cadáveres eticamente adquiridos, os estudantes podem aprender (e muito!) estudando os animais em seu habitat natural e, no caso da Medicina Veterinária, aprender com “pacientes reais”, que são os animais que necessitam de intervenções médicas ou de castração. A FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas, a Anhembi-Morumbi e a Faculdade da Anclivepa já fazem isso. Supervisionados pelo professor, eles assistem os atendimentos dos animais nos hospitais dessas universidades, mas antes de fazer procedimentos básicos como tirar sangue e dar injeção, treinam em simuladores caninos, felinos, equinos, bovinos e toda uma série de bonecos realísticos criados para esse fim.

Compartilhar

Deixe um comentário