Pesquisador de Pernambuco cria réplicas de orgãos que já são vendidas para 30 países

0

Marcos Lyra, pesquisador da UFPE trabalha junto com uma artesã para desenvolver órgãos idênticos aos reais. O material já é vendido para 30 países e fez com que a universidade optasse por esse método substitutivo desde 2013:

“É possível moldar órgãos de acordo com cada doença e especialidade médica e também conforme as necessidades de cada disciplina”, diz o pesquisador

Compartilhar

Deixe um comentário